quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Atirei o Pau ao Gato

Atirei o pau ao ga-to-to,
Mas o ga-to-to,
Não morreu-reu-reu.
Dona Chi-ca-ca
Assustou-se-se
Com o berro, com o berro
Que o gato deu: Miau!


Assentada à chaminé-né-né,
Veio uma pul-ga-ga
Mordeu-lhe o pé-é-é.
Ora ela chora,
Ora ela grita,
Ora vai-te embora
Pulga maldita!

Sem comentários:

Enviar um comentário